Vereadora recebe servidores da saúde em greve

 

unnamed

 

 

A vereadora Tatiana Lemos (PCdoB), recebeu em seu gabinete, na manhã desta terça-feira, 14, uma comissão de servidores da Secretaria Municipal de Saúde, os quais estão em greve desde a última segunda feira, 13. Os servidores estão “batendo ponto” na Câmara desde ontem. Eles esperam o contato com o prefeito e buscam o apoio dos vereadores.

Eles alegam estar cansados de promessas não cumpridas: que a Prefeitura não oferece as mínimas condições de trabalho e de assistência ao usuário do SUS; não respeita o Plano de Carreira, Cargos e Vencimentos (PCCV); não paga a data-base com a retroatividade e desrespeita a lei federal que determina o pagamento do Piso Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e de Combate às Endemias (ACE). A correção do Adicional de Insalubridade; Auxílio-movimentação; Alimentação e o Abono especial também são reivindicações legítimas da categoria.

Tatiana prestou solidariedade à luta dos trabalhadores e se posicionou favorável à categoria, se comprometendo em votar uma Reforma Administrativa que atenda aos interesses dos trabalhadores. Colocou ainda o seu gabinete à disposição para quaisquer outras demandas dos trabalhadores.

 

Votação da data-base

 

Foi rejeitada na manhã de hoje, 14, a emenda ao projeto da data-base dos servidores públicos municipal, que previa o pagamento da reposição geral anual ao mês de maio de 2014, por 14 votos a 10. A vereadora Tatiana Lemos, do PCdoB, votou pela retroatividade, mas foi voto vencido.

Tatiana Lemos usou a palavra por diversas vezes para defender o direito dos servidores e pedir aos colegas vereadores decidirem a favor dos trabalhadores. “Justo seria conceder o adicional retroativo e parar de tratar a situação como se o prefeito estivesse fazendo algum favor aos servidores. Data-base não é benefício, é direito constitucional”, salientou a parlamentar.

Nem mesmo as galerias lotadas com servidores da Educação e da Saúde foram capazes de impedir que a emenda fosse rejeitada. Todo caso, em seguida, também com voto favorável de Tatiana Lemos, foi aprovado o projeto original, porém, concedendo a revisão salarial somente a partir deste ano. O pagamento dos 6,28% referentes ao ano de 2014 começará a ser pago neste mês de abril. Os servidores da Prefeitura terão um reajuste de 7,36%, divididos em três parcelas, sendo a primeira em maio, data-base da categoria, no valor de 1,5%. A segunda será concedida no mês de setembro, também de 1,5%, e a última, somente em janeiro de 2016, podendo ser de 4,36%, dependendo do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Autor:
Data: abril 14th, 2015
Assunto: , , ,
Você pode deixar um comentário, ou links de volta a partir do seu website.
Visite também
Procurar
Artigos Recentes
Outras Notícias
Assuntos
Comentários recentes

    D'Austria
    Boa noite, penso que é uma grande vitória ter sido implantado o passe livre. Mas...

    D'Austria
    Bom dia, eu gostaria de saber porque querem implantar o VLT na avenida anhanguera, sendo que...

    Lucas
    Se9rgio Peixoto da Silva disse:Parabe9ns Companheira Deputada Marina e todas as mulheres de Goie1s e...

    Briannah
    Lindo, post, Norma!Que maravilha e9 ver uma adaizme virtual assim, com raedzes te3o fortes, te3o...

    Jamie
    gostei do filmete pois na redadalie ele retrata posie7oes democraticas do pc...

ÁLBUM COMPLETO >>Últimas Fotos
© Vereadora Tatiana Lemos - 2018